terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Ciclo rota Marcia Prado 2011 - Eu fui... continuação

Dando continuidade:


Então ... ao chegarmos no ponto da estrada do Matarazzo, um pouco abaixo da imigrantes, encontramos o pessoal do apoio e , tambem, os policiais rodoviarios, que organizavam a transposição do guard-rail, para se chegar a pista. Tudo muito organizado e apesar da chuva, que voltava a cair caminhava bem. Foi juntado 500 ciclistas e os batedores da PR nos acompanharam ate a entrada do parque no Km 40 da Imigrantes.Agora alem da chuva, tinha neblina e a temperatura estava caindo, mas tudo bem estávamos bem próximos do inicio da descida. O pessoal da CicloBR estavam em uma tenda e tentavam fazer a triagem dos ciclista, a grande quantidade de ciclista quase que inviabilizava a checagem e a chuva desmanchava a ficha que tentavamos preencher.Era uma situação hilária, os organizadores se atrapalhando com as fichas e os termos de responsabilidade, de cada um, para a descida e os PR pedindo para que se liberassem para desocupar a pista e permitir a chegada de novo comboio de Bikes Eu tentei comprar uma camiseta do evento, mas o meu numero ja estava esgotado. Paciência, tento comprar pelo site. Fizemos algumas fotos como estas, que estão no inicio da postagem e, nos preparamos para o inicio da aventura.

Posso afirmar a todos voces, que vale a pena fazer este passeio, o Parque da Serra do Mar é muito bonito. Precisamos nos mobilizar e nos apropriarmos dele, para que inclusive, esta apropriação seja a ação que desencadeara a fiscalização e a conservação dele. O Parque esta abandonado e mal conservado. Precisamos fazer muito barulho, pois o ciclo-turismo é um gerador de rendas e o comercio da Baixada agradecera  pela nossa chegada.
Voltando ao assunto, Rota Marcia Prado, afirmo o visual que se tem, a mata as cachoeiras fazem valer cada pedalada. Tenho so um abservação a fazer, esta trilha não é para iniciantes, pois na "descida" , existem muitas  subidas,  de grau de dificuldade alta. Agora se o ciclista não tiver pressa, da para se fazer o percurso em 3 a 4 horas. Tambem neste passeio ter pressa pra que? Vejam que visual:



Diga ai se não vale a pena?

Vi , no caminho, coisa inusitadas, por exemplo um Nissei, que catava todo olixo que encontrava pelo caminho e mais adiante, ele perdeu o freio tomou um grande tombo, mas felizmente não teve nenhum ferimento grave.
Tenho que dizer, que os freios são muito exigidos, neste percurso, e cheguei, la embaixo, sem nada de freio traseiro e com muito pouco do dianteiro. No proximo levarei dois pares sobressalentes  de freios.
Cheguei em Cubatão por volta das 15 hs e me distanciei dos novos amigos, o Patrik e o Carlos(Feijão), pois a minha Bike quebrou a catraca e tive que empurrar a Bike por mais de 3Kms.  No Casqueiro, troquei a peça cmoi um churrasquinho de Gato e segui ate o Canal 1. Cheguei por volta das 18 hs e comprei a passagem de volta, para São Bernardo.
As fotos que postei aqui, foram tirada pelo Carlos (Feijão) que permitiu a publicação delas. Agradeço a companhia tanto dele como do Patrik, que é um Ciclista apaixonado pela aventura. Deixo aqui os meus agradecimento a todos aqueles que promoveram este evento e estou pronto para uma nova aventura.Tambem informo, que publicarei estas fotos no Picasa e, que o album estar disponivel para todos que se interessarem.

Abraço

James Prado Gondim


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...